Ketchup Tradicional 1kg Hemmer

Ingredientes

Água, polpa de tomate, vinagre, açúcar, sal, condimentos, especiarias, espessante INS 406 e conservador INS 202. NÃO CONTÉM GLÚTEN.



O Ketchup é usualmente utilizado para realçar o sabor de variados pratos. Sua presença pode ser degustada em assados, peixes, fritadas, arroz e salgadinhos. É presença quase obrigatória em comidas rápidas, como hambúrgueres e outros tipos de sanduíches, pastéis e pizzas.

Porção de 12g ( 1 colher de sopa )

  Quantidade por porção % VD (*)
Valor energético 15 kcal = 63 kJ 1%
Carboidratos 3,6 g 1%
Sódio 143 mg 6%

"Não contém quantidade significativa de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar".

* % Valores diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. ** Valores diários não estabelecidos.

O ketchup é uma das inúmeras formulações feitas a partir do tomate e certamente traz consigo muitas das propriedades daquela solanácea. Levantamento da Universidade de Califórnia, nos Estados Unidos, colocou o tomate na décima quarta posição entre os alimentos mais nutritivos da natureza. De baixa calorias, apenas 19 em cada 100 gramas, o Salanum lycopersicum é riquíssimo em vitamina A e C, e sais minerais como sódio, potássio, cálcio, fósforo e ferro.

Código do Produto: 40909
Código de Barras EAN-13: 7891031409091
Validade: 10 meses, a partir da data de fabricação desde que mantido em condições normais de estocagem. 
Embalagem: Garrafa PET.
Quantidade em Caixa: 12 unidades.
Código de Barras DUN-14: 17891031409098
Peso Líquido: 1,000 kg
Peso Bruto: 1,095 kg
Após aberto: Manter sob-refrigeração (2° a 7°C) e consumir em até 15 dias. 

Do molho de tomates nasceu o catsup, na versão chinesa, ou ketchup para os ingleses. Sua raiz é desconhecida, mas não a delícia que resulta da fusão do tomate reduzido com vinagre e especiarias, de sabor agridoce. Esta composição tem início, na Hemmer, com a seleção e qualidade da polpa, item que vai determinar a cor final do produto. Escolhidos e submetidos a lavagem, os tomates passam por um equipamento para redução, de onde saem em forma de pasta e livres das sementes.

Este suco reduzido é acondicionado em vasilhame apropriado, com uma infusão de vinagre e cerca de outros dez condimentos. A qualidade do vinagre, a escolha adequada dos ingredientes e a quantidade de cada um deles na composição, aliado a um período determinado de repouso para uma perfeita interação entre eles é que asseguram o sabor dos Ketchup Hemmer e Tauá, tradicional e picante - característica dada pela adição de pimenta vermelha. Mas a fase seguinte igualmente exige cuidado: é o cozimento, do qual o ketchup deve sair com uma textura ideal. Aí estará pronto para o envase.

O tomate se originou na costa latino-americana do Pacífico, desde o Peru até o México e até o Século XVI era conhecido e utilizado apenas pela civilização inca e povos pré-colombianos. Identificado cientificamente como Solanum lycopersicum em seu estado selvagem, e de Solanum esculentum na versão cultivada, o tomate foi levado para o Velho Mundo por navegadores espanhóis. Temendo que fosse venenoso, os europeus ignoraram o vegetal. Mas, depois de 1600, foi descoberto por algum cozinheiro napolitano mais inspirado e tornou-se ingrediente de destaque para o molho dos spaghetti.

O entusiasmo dos mestres-cucas da época, a partir de então, foi tanto que a solanácea ganharia na Itália o título de pomo d'amore, o fruto do amor e, na Alemanha, Paradiseapfel, a maçã do paraíso. Recuperou seu nome em meados do século XVIII, quando o biólogo sueco Carl von Linné (1707-1778) refez a linhagem genética do fruto, confirmando sua descendência do tomate (nome asteca) das Américas. Daí o português tomate, o francês, o espanhol o alemão também tomate, o inglês tomato, o holandês tomate e o turco tomates.


Fique por dentro das novidades