Azeitonas Verdes Fatiadas - 170g

Ingredientes

Azeitonas verdes fatiadas, água, sal, vinagre e acidulante INS 270. NÃO CONTÉM GLÚTEN.

As azeitonas foram descaroçadas mecanicamente. Pode conter frutos com caroço.



As azeitonas da Hemmer são muito bem recebidas como aperitivo, em sua forma natural. É também ingrediente indispensável quando o objetivo é enriquecer o sabor de alimentos, como empadões, aves, pastéis e saladas de batata e maionese. Dá um toque de sofisticação e bom gosto quando utilizada na decoração de pratos à base de carnes assadas, purês e arroz.

Informações Nutricionais
Porção de 20g drenado ( 1 colher de sopa )

  Quantidade por porção % VD (*)
Valor energético 19 kcal = 80 kJ 1%
Carboidratos 0,6 g 0%
Gorduras totais 1,8 g 3%
Gorduras saturadas 0,4 g 2%
Sódio 280 mg 12%

"Não contém quantidade significativa de carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibra alimentar".

* % Valores diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. ** Valores diários não estabelecidos.

A azeitonas, principalmente a preta, é uma boa fonte de ferro, um mineral essencial para a oxigenação celular. O nutriente é constituinte das proteínas transportadoras de oxigênio em nosso organismo, hemoglobina e mioglobina. O suprimento desse gás aos tecidos traz benefícios da azeitonas ao processo metabólico.

O consumo de azeitona pode ajudar no controle de doenças tipicamente inflamatórias, como a artrite. Os compostos fenólicos responsáveis pelo sabor da azeitona, como a oleuropeína e o oleocanthal, apresentam propriedades anti-inflamatórias. 

A ingestão de azeitona ajuda a prevenir doenças cardiovasculares por minimizar importantes fatores de risco para o desenvolvimento das mesmas. Garantem também um efeito protetor ao sistema cardiovascular.

Código do Produto: 11520
Código de Barras EAN 13: 7891031116180
Produzido por: Cia Hemmer Indústria e Comércio.
Validade: 24 meses, a partir da data de fabricação desde que mantido em condições normais de estocagem. 
Embalagem: Vidro com tampa metálica litografada e dispositivo de botón.
Quantidade em Caixa: 24 unidades
Código de Barras DUN 14: 17891031115203
Peso Líquido: 340 g
Peso Drenado: 170 g
Peso Bruto: 556 g
Após aberto: Manter sob-refrigeração (2° a 7°C) e consumir em até 5 dias.

A azeitona é fruto da oliveira (olea europaea), árvore de grande porte, que atinge de seis a 10 metros de altura, com ambudantes ramificações. Seu cultivo é muito antigo. Os sumérios, primitivos habitantes do sul da Babilônia, já conheciam a oliveira no ano 4.000 antes da nossa era; os egípcios também mencionam o azeite de oliva no "Papiro de Eber", três milênios antes da Era Cristã. Há numerosas variedades de oliveira, cultivadas na Península Ibérica, nos países mediterrâneos, na Califórnia, na  União Sul-Africana, no Sul da Austrália e na América do Sul, na vizinha Argentina.

As azeitonas que a Companhia Hemmer oferece ao mercado nacional são importadas da Argentina, da região de Mendoza, de onde vêm pré-selecionadas, atendendo aos padrões de tamanho e qualidade da empresa.

O preparo da azeitona para consumo começa com a submissão, depois da colheita, a um tratamento com solução branda de hidróxido de sódio para retirar parcialmente o glicosídeo presente na polpa. Depois, as azeitonas são lavadas e colocadas em salmoura para a indução da fermentação lática (produção de ácidos láticos a partir dos  açucares naturais do fruto). No caso de azeitonas verdes o produto é submetido em média 60 dias de processo e as azeitonas pretas são tratadas por um período três vezes maior, para a retirada completa do sabor amargo.

Ao chegar à Hemmer as azeitonas passam por uma nova seleção, como observação criteriosa de seu estado, atenta também aos aspectos cor e tamanho, que devem ser uniformes. É feito, então, o acondicionamento em vidros, imersas em salmoura com ácido lático proveniente da própria fermetação, e rotulagem.

A azeitona é o fruto da oliveira (Olea europaea L.), uma árvore originária do Oriente. Ela foi levada, com a técnica de extração do azeite e a de tratamento do fruto para consumo, aos países da região do Mar Mediterrâneo, onde seu sabor e o de seu azeite se tornaram marcantes nos pratos típicos. Espanha, Portugal, Itália, França, Grécia e Turquia são os maiores produtores.


Fique por dentro das novidades